segunda-feira, 26 de abril de 2010

Festenha


Olá meu povo!
Pois bem, como esse ser que vos fala não é de ferro, ele também precisa de uma diversão apesar de trabalhar aos sábados, hehe!
Essa aí é uma galerinha que tava na festinha de sexta passada. A festa foi promovida pela japa da direita (acreditem, ela é sim). Ela se chama Tomoko e é uma das secretárias/manager/dona, sei lá dos dormitórios. ela fica encarregada do dormitório/Hall 1 (eu sou do 2). Ela fala muito bem inglês e é bem enturmada com todos...é muito animada também.
A festa foi bem legal (era tema brega, eu sabia, mas não tinha roupa extravagante/brega, então fui com a camiseta do Brasil mesmo, hehe)...começou por volta das 20h e foi até umas 23h, até os vizinhos reclamarem e chamarem a polícia. É o problema de estarmos numa área puramente residencial e de pessoas ricas também, hehe! O bom foi que depois desse cancelamento fizemos um "after-party" no Hall 2. Foi bem legal....tomamos até pinga (que um dos brazucas trouxe),teve truco, poker, conversa fiada!

Bom, vou tentar falar o nome e a nacionalidade de cada nessa foto (tem uma aí que eu não sei o nome): em pé --> Leonard - Brasil, Cristina - Hungria, Emily - Hungria, Gustavo - México, eu; sentados --> Marina - Brasil, Não tenho idéia, Miura - Japão, Marcelo - Brasil, Tomoko - Japão.

Essa foto ficou legal..tem várias outras mas colocarei no PICASA, assim como as novas que vêm sendo tiradas.
Fico por aqui...até mais, pessoas!

Grande abraço!

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Sexta-feira nublada


Apesar de ser primavera e as flores estarem abrindo e colorindo a paisagem, como nessa foto (que é na entrada do prédio onde trabalho), tá bem frio aqui e chuvoso.
Esse tem sido o panorama típico dos dias de primavera aqui.
Mas tem dia que fica com tempo bom e faz até um solzinho...porém é difícil.
Abraços!

PS.: agora estou mais aliviado porque finalmente chegou a internet pra mim no dormitório! Só falta arranjar um celular...ae sim me torno um quase-japonês, hehe! Não..falta muita coisa ainda pra conseguir isso, tipo: pintar o cabelo, andar meio esquisito, usar umas roupas mais descoladas, dormir pouco, comer pouco e fazer mais barulhos quando comer algum tipo de lamen (o barulho de quando se suga o macarrão, sabe?). Isso é como se fosse uma obrigação aqui, senão é falta de educação ou acham que não tá gostoso.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Stretching



Tá ae uma coisa curiosa que eu vejo os japas fazendo. Esses alongamentos (taiso) que eles fazem quando estão se exercitando ou mesmo antes do trabalho.
É muito engraçado!
Os esrtangeiros aqui ficam se divertindo com isso e temuns bobos (tipo eu, assim), que ficam zoando com o negócio, hehe!
Essa foto foi tirada ontem (21/04) a noite depois de um jantarzinho com os brazucas e outros dois latinos. Esse ae da foto é o colombiano Nicholas...tivemos a idéia "errada' de fazer ujm stretching depois...afinal, tava frio mesmo, haha!
Abraços!

Video: avenida

Esse vídeo eu fiz ontem (21/04). Eu passo por esse lugar no caminho da universidade...é muito bonito. Sempre que passo lá eu fico olhando um tempinho...mas só durante a passagem mesmo, poruqe é estreito o lugar onde passam pessoas e pedestres, então não dá pra ficar enrolando. Mas, pra filmar, eu fiquei ali atrapalhando um pouco, hehe! Apreciem. Abraços!
video

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Karee (カレー)



Olá!
Esse ae foi meu primeiro "karee", ou "curry", em inglês.
Esse prato é bem típico aqui do Japão e simples de fazer. Era o que sempre comia na casa da Emiko-sensei nos finais de semestre quando reuníamos os alunos de japonês.
É um prato muito gostoso porém ardido (se bem que dá pra controlar o grau de "ardidura"...têm diferentes intensidades).
Esse eu fiz no jantar ontem. Coloquei cenoura, cebola, batata e uma ervinha verde que parecia salsinha (ou algo parecido) e frango (pode ser de carne também). Cozinhei um tempo e coloquei o molho específico. Só que eu exagerei um pouco nos tabletes do molho e ficou bem ardido..devia ter colocado menos...mas ficou gostoso.
O arroz é aquele típico japonês: empapado, grudado e sem tempero. Mas é muito bom quando se mistura.
Ah, e esse é um dos poucos pratos que se come de colher!
Acho que nada se come de garfo aqui. Tirando o karee e outros pratos, o resto é com o hashi (aqueles pauzinhos japoneses).
Aí vai a foto de uma máquina de cozinhar arroz (suihanki). Foi com uma parecida com essa que eu fiz meu arroz. Ah, e foi presente de uns veteranos brasileiros que estão aqui no Japão..legal, né?
Quem um dia quiser, pode experimentar karee que é gostoso.
Um forte abraço a todos!

PS.: por falar nisso, eu e os outros brasileiros recebemos várias coisas dos veteranos que estão aqui ou que até já foram embora. Tem=se o costume de doar as coisas aqui porque paga-se para descartar vários objetos, então os japoneses acabam doando muitas coisas. Recebemos panelas, pratos, copos, toalhas, potes, etc...

Vizinhança



Essas são vistas das redondezas do alojamento e algumas montanhas ao fundo.
Apreciem!
Abraços!

terça-feira, 20 de abril de 2010

Hostess


Fala ae moçada!
saí pela primeira vez na noite japonesa nesse sábado agora e fui num bairro boêmio aqui de Osaka chamado Shinsaibashi. O lugar é uma loucura: ruas apertadas, letreiros luminosos, muita gente na rua...enfim, uma vida noturna cheia de energia!
Primeiro eu fui numa casa noturna de mambo colombiano. Sim, tem até uma boate latina aqui em Osaka...depois fiquei sabendo (e também passei pela experiência de ir em uma) das boates brasileiras. Eu fui com uns amigos estrangeiros daqui dos alojamentos.
estava ansioso pra conhecer uma balada japonesa, mesmo tocando mambo e tudo mais...mas, quando entrei no lugar já veio a frustração: era quase do tamanho de um banheiro, haha! era muito pequeno o lugar...e o lugar foi enchendo (sem muito esforço) depois que chegamos. Mas foi até intressante: conheci algumas brasileiras que moram no Japão há muitos anos. Percebiam-se, também, uns grupos separados lá dentro (deopis fiquei sabendo que eram mais brasileiros), além de vários latinos e um ou outro japa perdido ali no meio. Até conheci um japa que sabia um pouco de português porque já tinha morado dois anos em SP.
Enfim, decidi variar um pouco porque o lugar tava me sufocando e ficando chato já. Saí com mais dois malucos pra procurar outro lugar (o que não era difícil, pois era um bar ou boate vizinhos uns dos outros). Acabamos entrando num outro que começava a funcionar mesmo, às 5h da manhã..chegamos um pouco antes disso. Mas, dessa vez o lugar era um pouco maior e aconchegante...tinha até uma mesa de pebolim dentro do lugar. Dessa vez eu encontrei uma enxurrada de brazucas lá dentro..deopis eu reparei, no teto tinha até uma bandeira do Brasil e, aos domungos, tinha festa brasileira (vi num cartazinho no banheiro). Mas, apesar de estar entre brasileiros, eu não me senti em casa..era tudo muito estranho. As meninas que eu conheci disseram que era dançarinas de um hotel ali perto...deopis, aos poucos fui percebendo o teor da noite: as "dançarinas" não necessariamente eram dançarinas, ao que parece. E, mais uma vez, nessa boate os clãs eram evidentes.
Um detalhe importante deve ser ressaltado: nessas andanças nas ruas apertadas de Shinsaibashi um detalhe saltava aos olhos: a quantidade de meninas e alguns meninos também bem-vestidos e maquiados parados nas esquinas! Depois veio a meu conhecimento de que eles eram "hosters" Eu tinha até conversado com um brasileiro na saída da primeira boate e ele tinha dito que era hoster também mas não tinha me ligado o que que era.
Aos poucos fui entendendo o que era uma "hostess": são tipo umas geishas modernas. Pesquisei algumas coisas na internet e, resumindo a estória, hostess são garotas as quais você contrata pra fazer companhia, beber, conversar, fazer compras juntos ou simplesmente passear junto pra mostrar que você está bem acompanhado. Um monde de velho rico aqui no Japão faz isso. Então tem sido uma fonte de renda fácil pras meninas e alguns rapazes também pois eu acho que eles recebem por hora aqui. Mas não se tem relação sexual, pois a prática da prostituição é ilegal no país...e eles levam bem a sério. Tanto é que vem sendo uma profissão mais respeitada e difundida também (=O).
E, junto disso aí, notam-se garotas de programa latinas (brasileiras de monte) e filipinas.
Bom, isso foi um pouco do que adquiri na noite japonesa: cultura, galera! Huiahuia!
Além de um mal-cheiro de cigarro (estava desacostumado pois tem a lei anti-fumo no Brasil)!
Aí vai uma foto de umas típicas hostess (só que bem caprichadas) e um vídeo falando um pouco da situação aqui no japão!
Espero que tenham gostado!
Abraços!

http://www.youtube.com/watch?v=uUUsQ6IWu_4&feature=fvsr

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Festinha

Nessa sexta passada teve uma festinha de confraternização com o pessoal estranegiros dos dois alojamentos. Terei que me acostumar com festa japonesa: no começo fala-se muito, depois libera pra comer, fica-se uma hora ali enrolando, depois (todo mundo ajuda a limpar e tirar as coisas). Pronto! Huiahuia! Os latinos aqui (insso me inclui, claro) estão querendo esquentar essa coisa e fazer uma festa estilo latino..vamo ver se sai só das idéias isso e vai pra frente. Bom, aqui está um vídeo de uma senhorinha q foi se apresentar na festinha..ela fez uma dança típica (que não descobri o nome), mas foi interessante. No final ela nos ensinou uns passinhos também! Ah, e depois de tudo, fizemos uma dança coletiva com uns passinhos engraçados (são mais pulinhos que passinhos, na verdade)! Foi divertido. Os dois estão em vídeos aí. Abraços!
video
video

Frio da primavera




É assim que eu tive que ir alguns dias pro lab! Muito frio...ainda levando um vento na cara....chegava sem sentir os dedos!
O duro é na hora de acordar!
Mas agora tem esquentado essa semana...talvez chova, mas tem esquentado, apesar de estar nevando em Tokyo (??). Desde 1969 que não nevava na primavera em Tokyo! Provavelmente, na região norte (Hokkaido) seja normal nessa época.
Bom, e essa é minha bicicleta que eu comprei na primeira semana e agora tem sido uma mão na roda (principalmente pq posso dormir um pouquinho mais)!
Abraços!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

As duas primeiras semanas

Olá!
Bom, tentarei expor o que achei dessas duas primeiras semanas de Japão.

A primeira foi bem tranquila..foi aquela sensação boa de ansiedade, com novidades..tudo muito novo acontecendo! Além das novidades, algumas pequenas precoupações do tipo: como será q faço pra lavar minha roupa aqui nesse dormitório? Na verdade, a primeira preocupação real foi ter que fazer uma apresentação do que fiz no mestrado numa reunião do lab.
Fiz minhas visitas ao laboratório, fiz a compra do meu PC (foi a vez que saí sozinho a primeira vez pra pegar o trem e me virei pra chegar lá, hehe!), teve festinha de recepção do lab (que foi no dia daquela reunião que falei)..foi tranquilo! Até que, na própria festinha mesmo, um dos meninos do lab (um dos que trabalham bastante aqui...aliás, todos trabalham demais!) me disse: "você tem que vir amanhã também"; e eu: "sério?"; ele: "sim...das 9h até as 17h".
A partir dali começou o choque..caí na real que eu estava no Japão..a galera aqui TRABALHA!
Então, fui ao lab no sábado...sem nada pra fazer, como ainda estou, mas fui!
É praticamente um sistema de bater ponto!
Na segunda semana, então, começou a cair a ficha que eu estava no Japão, que vim pra trabalhar e estudar muito e que não vim pra me divertir, como estavam os outros brasileiros e estudantes estrangeiros que estão aqui pra fazer o curso intensivo de japonês, no começo. Isso me fez ficar um pouco baqueado. Adicionado a isso veio a saudade que eu sinto de cada familiar e amigo. Ainda mais, tinha a incerteza do que eu realmente vou fazer no lab, porque até então ninguém havia falado comigo...só ficava largado.
Então, nessa semana eu fiquei mais calado, no meu canto no laboratório, já que não consigo me comunicar com as pessoas em japonês ainda, só falava inglês com o chinês que tá aqui também e o profssor. Os outros professores também falam, mas menos. Um deles é o que vai me acompanhar e me ensinar as coisas...está sendo tudo bem devagar, com paciência...ainda mais porque ele fala pouco inglês. Difícil!
E como eu chegava tarde em casa, eu chegava, tomava banho, comia alguma coisa e ia dormir.
Bom, tem sido assim ainda...mas espero que isso melhore. Aos poucos as coisas vão se ajeitando..mas a saudade ainda é gigante! Fico falando com os amigos pela internet e fico lembrando das coisas...sinto aquela nostalgia...ae me sentia sozinho aqui.
Ainda estou um pouco assim...
Mas só o tempo pra acertar as coisas, né?

Bom, é isso aí. Contei um pouquinho do que passei por esses dias.
Sempre virei com novidades, fotos e td mais!

Grande abraço a todos! Até mais!

CORVO!

Olha só!
video


Coloquei essas fotos também pra mostrar que aqui no Japão o que mais se vê é CORVO! HUIahiua!
Eles são sinistros...ainda me dão medo pois são grandes e...sinistros! Quase não vi pombos...vi um dia no parque da foto anterior (chama-se Minami-Senri Koen, by the way) e hoje (16/04) no campus. e foram em pequena quantidade.
A outra foto é um close na flor de cerejeira (sakura). Ela é bem bonita. as árvores de sakura florescem uma vez no ano (no caso, na semana que chegamos)...depois começa a cair. As ruas ficam revestidas de branco pelas pétalas das sakuras...é muito bonito. Ainda restam algumas, mas muito pouco...já começou a crescer folhas e a maioria das flores caiu.
Esses foram alguns detalhes do Japão pra vocês!
Abraços!

Enfim...Japão!


Bem-vindos (Irashaimase)!
Bom, creio que essa foto diz um pouco do começo de tudo aqui.
Ela retrata as primeiras impressões sobre essa terra distante. Mostra um pouco de tudo: a beleza do lugar (sorte de ter chegado numa época em que as sakuras estavam florindo), a boa vizinhança que eu tenho, a ansiedade transformada em empolgação de estar no Japão e...representa literalmente a minha chegada (a foto foi tirada no dia que eu cheguei, o que ajuda).
Essa foto também representa o que eu passei de bom na primeira semana e toda a experiência adquirida e vivenciada...todas as curiosidades que eu listei no e-mail que mandei para algumas pessoas.
Essa foto também ajuda a deixar mais bonita a abertura e inauguração do meu blog não por minha beleza, que já é sabidamente estonteante, mas pela beleza da paisagem bastante representativa.
Muita coisa ainda virá por aqui...muitas fotos, vídeos, curiosidades, experiências, dicas, enfim...
Espero manter esse blog bem vivo com a minha participação aqui no Japão e a de vocês aí no Brasil. Mesmo tendo a certeza que terei muito trabalho pela frente, espero rechear esse blog com muitas coisas boas!
Grande abraço a todos!
Nos vemos por aqui!
Até mais (Jya mata ne)!