domingo, 7 de novembro de 2010

Primeira grande encruzilhada!


Olá a todos!
Sim, sim...cá estou eu depois de um bom tempo (que não calculei quanto) atrasado e com sentimento de culpa por não ter escrito.
Mas, hoje, em especial, escrevo pra dizer que, em momentos, estarei me defrontando com três professores (sendo que dois deles, pela fama ouvida, não são flor que se cheire no quesito simpatia) para uma entrevista. Entrevista, essa, criada excepcionalmente esse ano pela primeira vez, com a finalidade de se "ranquear" e talvez dizer quem será o mais "merecedor" da bolsa de doutorado.
Quem irá participar dela será eu e a outra brasileira que acabou de chegar aqui. Isso porque nós dois iremos concorrer à mesma vaga e, ouve-se, pelos cantos, que haverá cortes de bolsa esse ano (é, o japão está entrando numa crise financeira declarada! Alguém segure a China!). Mas não se sabe se haverá cortes do número de bolsas, do valor da bolsa ou de ambos, porém o medo é real.
Estou tenso aqui com essa incerteza!
Incerteza maior ainda é a de não saber, até esse momento, se irei fazer doutorado aqui mesmo ou não! O estilo de vida que tenho levado aqui no laboratório, esse volume de trabalho, cobrança e falta de tempo tem me feito repensar essa vida acadêmica, que também conta com minha falta de "dom" pra pesquisa.
Mas após essa entrevista e o resultado dela, espero ter algo mais claro em minha mente. Realmente espero! Não é legal dormir a cada dia pensando nisso...pesar os lados da decisão e não saber qual pesa mais pois o outro lado sempre tende a querer maquiar a minha impressão.
Bom, tentarei estar mais presente no blog pra que acompanhem mais minha vida nipônica e seus percalços. Ainda tenho coisas a relatar de viagem, show, eventos...muita coisa!
Acompanhem o PICASA e o YouTube, que tenho atualizado com mais frequência...neles há estória a ser contada também!
Bom, espero ter mais (boas) notícias no próximo post!
Grande abraço a todos!
Saudades demais!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Tenjin Matsuri (天神祭)


Olá pessoas, cá estou eu de volta aos meus posts (espero que mais frequentes, de agora em diante).
Esse se trata de um festival muito famoso no Japão, especialmente pra cidade de Osaka. Se chama Tenjin Matsuri, que é um dos três maiores festivais do Japão, sendo o maior realizado em rio, com barcos. Tem-se um desfile de pessoas vestidas no estilo "corte imperial", com fantasias bonitas e performances. Tem-se também a parte aquática, no rio (que eu esqueci o nome agora), onde vários barcos saem "desfilando" no final da parada terrestre. Esse desfile aquático começa no final da tarde se estendendo a noite até a queima de fogos de artifício.
O festival tem um jingle característico da cidade de Osaka, que remonta os tempos do período Edo praquela cidade. é o "Osaka-jime", que é um canto seguido de palmas ritmadas, rápido e fácil de fazer.
Na parada terrestre (o desfile), ficamos num lugar específico pra estrangeiros, tipo uma área VIP com tenda e narrações em japonês e inglês (tá, era um inglês doído de ouvir da tia que estava traduzindo) daonde dava pra ver muito bem a parada. Além disso, em alguns momentos específicos, pessoas da parada paravam pra fazer o "Osaka-jime" ou alguma outra perfomance (como uma vez que pararam com um carro alegórico e coreagrafaram algo como uma dança do Dragão)!
Ah, então, antes de começar o desfile mesmo, eles chamaram pessoas interessadas em ir na frente da tenda fazer as palmas do "Osaka-jime" e, é claro, que eu não perdi essa oportunidade. Pus um colete do festival e fiz as palminhas ao som das chamadas!
Depois da parada, descemos pra via do rio, ver os botes e os fogos de artifício no final.
NOSSA, como tava cheio! E fazia um calor que só se sente aqui no Japão! O bom foi a gente ir se embrenhando no meio de tanta gente, barraquinhas de comida e brinquedos e tentando achar um lugar bom pra ver os fogos.
Acabou que, no fim, ficamos num lugar apertado entre arbustos e empurrões pra ver o começo dos fogos...depois subimos umas ruas ali perto e ficamos vendo os fogos que vinham de tempos em tempos, como combos, hehe! O bom foi eu e Nina andando nas ruas pra ver se arranjávamos uma saída pro outro lado do rio e, enquanto isso, eu ficava parando no meio do caminho vendo os fogos e maravilhado como um menino! Huuiahiu! Mas, agora em agosto teve um festival só de fogos de artifício, que foi muito lindo! Fiquei babando no espetáculo, que lembra muito o reveillon do Rio. Fiz vídeos e tirei várias fotos...logo postarei.
O lugar do festival é perto do castelo de Osaka...um lugar muito bonito, com uma praça muito grande. No final, já na volta, fui comer algo e, passando pelas barraquinhas de comida, comprei uma salsicha lá com um tio que ficou tirando sarro de mim...porque ele viu que eu falava alguma coisa em japonês e desandou a usar o "Kansai-ben", o dialeto da região Kansai, ou oeste do Japão. O bom é que eu não entendi uma palavra que ele falou (cuspindo as palavras, claro) e ele ficou só rindo de mim e eu só saí com um "arigatou", haha!


Depois, voltamos pra nossa humilde residência pra descansar porque foi cansativo.
Bom, agora espero voltar mais vezes com mais posts do meu cotidiano e mais cursiosidades!
Grande abraço a todos e até o próximo!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

久しぶり!(Ha quanto tempo!)

Ola pessoas!
Estive bastante ausente por um bom tempo, neh? (Bom, vou escrever assim, sem acentuacao e com um pouco de internetes porque estou escrevendo do lab, onde o PC tem o teclado configurado soh pra japones e eh um Mac...ou seja, todo diferente e estranho)
Enfim, estou aqui escrevendo do lab porque acho que jah faz um bom tempo que nao escrevo nada...e se nao escrever por aqui nao vai ser por lugar nenhum. Tenho ficado a maior parte do meu tempo aqui, trabalhando ateh a noite quase todos os dias! Tenho ficado ateh as 20/21h!
E esse trabalho todo pra que?
Estou um pouco frustrado porque nao estou evoluindo em nada com o que jah fazia no Brasil. Pelo contrario: estou desaprendendo e continuo fazendo as boas e velhas cagadas de sempre nos experimentos! Tambem nao tenho aprendido nada de novidade, alem do que ja tinha feito no Brasil (e continuo fazendo errado).
Bom, mas pra acalmar um pouco esse lado ruim e de noticias brochantes, o lado bom da estadia aqui eh que eu pude aproveitar (por breves momentos, que fique bem claro...bem BREVES!) e viajar pra alguns lugares. Foram viagens rapidas e cansativas...todas. Mas foram muito boas e proveitosas.
Logo faço (cedilha eu consigo colocar) posts relacionados a essas viagens, dentre elas, a mais marcante: Hiroshima! Mas tem mais festivais em Osaka pra falar sobre, mais lugares como Gifu e Nagoya, ultimos destinos visitados.
Bom, pessoal, esta tudo bem por aqui. Tirando o que ta ruim, o resto ta bao (boa e velha sabedoria goiana)!
Grande abraço a todos e ateh a proxima!

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Terremoto!!

Hoje eu senti meu primeiro terremoto no Japão (e na vida!)
Foi logo de manhãzinha, por volta das 6:20, quandoa cordei com uma sensação estranha. Não me dei conta que era um terremoto, ou dei sim, mas não estava em condições de julgar nada porque estava com muito sono e logo voltei a dormir.
Mas a sensação foi a mesma que já havia sentido antes, tendo feito me acordar também.
Até cheguei a pensar que podia ser o meu braço que estava tremendo por estar numa posição ruim na cama...pensei rápido que poderia ser um terremoto mesmo, mas nada estava caindo do meu lado, então não dei muita importância.
Mas, quando acordei às 9h, vi as mensagens dos brazucas falando: "Primeiro terremoto!!" "Vocês sentiram?!" aí me convenci que era mesmo um terremoto. Tinham falado que até viram a janela e a porta se mexerem com o tremor!
Hoje foi uma mistura de surpresa com a novidade com um pouco de medo, pois sempre quis presenciar e sentir um terremoto, já que no Brasil não tem. Mas não quero um mais forte da próxima vez...esse, dessa magnitude, foi bom pra estréia: sem vítimas, sem casualidades. Tanto é que, quando comentei com o pessoal no lab, parecia a coisa mais normal do mundo (e realmente é, pra japonês). Me perguntaram surpresos se no Brasil não tinha terremoto! o.O
Ah, falei tanto do evento em si mas não o descrevi, né?
Aí vão os dados do danado, retirados do site da Agência Meteorológica do Japão:
O epicentro foi na cidade de Nara (sim, a primeira capital do Japão...cidade muito linda da qual postei fotos ontem no PICASA =/), mas não teve nenhuma eventualidade. Devido à profundidade do epicentro (60 km abaixo da terra), surtiu pouco efeito na superfície, apesar do grau de magnitude ter alcançado 5.1 na escala Richter. E, como Nara fica ao sul de onde estamos, aqui a sensação foi de 2 graus.
A figura abaixo mostra isso melhor: o epicentro está marcado com um X vermelho e a cidade que estou, Suita, está acima, sendo uma das marcadas com bolinha azul (escala 2). Está até destacado na imagem o nome da cidade, mas o ponteiro do mouse não aparece.


Tá tudo certo comigo, fiquem tranquilos!
Abraços e até a próxima!
PS.: cliquem nas imagens pra ficarem maiores

domingo, 4 de julho de 2010

Otaku (お宅)


Olá minha gente!
Bom, esse é um tópico dedicado a um tema que permeia a vida de muita gente mundo afora graças a uma reforma cultural feita no Japão em meados de 1970 com o ápice em 1980: a cultura pop japonesa, ou JAPOP!
Até as pessoas de gerações mais antigas (como meus pais) devem ter visto ou sabem quem é o Godzilla. A partir daí, a indústria pop japonesa desceu com uma avalanche de desenhos animados (animê アニメ), quadrinhos (mangá 漫画) e um estilo de vida voltado ao consumo desse fenômeno e dos produtos relacionados a ele.
E, não obstante, a influência dessa cultura no Brasil é tremenda, como muitos devem notar. Basta reparar na quantidade de eventos como Anime Friends por todo o país, principalmente nas capitais. A influência que esse aspecto cultural japonês fez e continua fazendo é que constrói um tipo de pessoa que dá nome a esse post: Otaku. Em japonês, "otaku" quer dizer casa. Até ouvi dizer que pode significar "você", mas no Ocidente esse termo apareceu como algo pejorativo: nerd, bitolado e, principalmente, aficionado por mangás, animês e video-game. O otaku é aquela pessoa que gasta maior parte de seu tempo (e dinheiro) com elementos relacionados ao seu mangá preferido ou a um personagem que admira em um animê específico. Ela pode possuir uma vasta coleção de mangás, diversos pôsteres de personagens de video-game/animês colados na parede do quarto, vários bonecos desses mesmos personagens, todos os DVD´s e episódios possíveis de vários animês além de (essa, a marca de um otaku), claro, se fantasiar caracterizado de algum personagem que admira. Quando a pessoa se caracteriza dessa forma ela é chamada "cosplay", ou, do inglês, "costume player", alguém que se fantasia e também realiza performances de um personagem. O fenômeno do cosplay é muito sério e seguido fielmente por muitas pessoas que se dedicam a isso. Praticamente em todos os eventos de "otakus", vê-se muitos vestidos a caráter e, nos próprios eventos, há concursos de quem está melhor caracterizado. Ocorre anualmente, no Japão, um evento que premia o mehor cosplay do mundo, se não me engano. Eu li isso há um tempo atrás...que até tinha um brasileiro nas etapas finais mas não conseguiu se classificar e ganhar o concurso.Realmente o fenômeno "Otaku" é forte atualmente no mundo inteiro e afeta muita gente.
Não vou esconder e admito aqui eu sou um "semi-pseudo-otaku"! Era viciado em Cavaleiros do Zodíaco (ainda gosto muito até hoje, mas assistou outros animês)...tanto é que eu queria me tornar um na época, eu me lembro bem, huiahauia! Podem rir, mas é coisa de criança/adolescente, né? Outra coisa, toquei em uma banda de músicas de animês no evento de comemoração do centenário da imigração japonesa em 2008! =PE, admito também, que um dos fatores que me trouxeram a esse país, foi a sua forte influência pop nessa pessoa que vos escreve. E, já cá estando eu, claro que alimentei um pouco desse meu lado "semi-pseudo-otaku" e, num domingão desses ae, peguei o trem rumo a Osaka e fui parar no bairro de Nipponbashi, conhecido por suas lojas de equipamentos eletrônicos (por isso o bairro é também conhecido como "DenDen" Town, o "Den vem de "denki", eletricidade, eletrônicos, em japonês) e lojas (algumas poucas) de artigos de animês (o maior e mais famoso bairro é o de Akihabara, em Tokyo). Peguei meu rumo pra ver algumas desses lojas. Não resistindo ao preço e ao gosto por Cavaleiros do Zodíaco, comprei um boneco de um dos personagens que gosto bastante. Isso assim, depois de ter ido e vindo umas 587 vezes entre a loja que eu comprei e uma outra que também tinha, pra pesquisar os preços e pensando se compraria mesmo, hehe!


Mas não resisti e comprei um outro boneco de uma personagem de um animê que fez muita fama no Brasil e quem tem uma temática meio polêmica, chegando a ser até meio adulto, chamado Evangelion. Ah, comprei um pen drive também porque estava precisando no lab.
Nessa foto dá pra ver o mar de bonequinhos à venda em um dos corredores apertados de uma das loja que fui! É o paraíso pra um otaku...os otakus brasileiros que estão vendo esse post devem estar babando nesse momento!


Bom, esse foi um post que espero ter dado uma certa idéia do reflexo da cultura pop japonesa na vida das pessoas (e desse pobre coitado que escreve)!
Até a próxima!

terça-feira, 29 de junho de 2010

Banpaku Kinen Kouen (万博記念公園)


Olá pessoas de meu feitio!
Faz um bom tempinho que não apareço por aqui, né? A vida não tem sido tão movimentada assim, culturamente e turisticamente falando, mas tem sido um pouco mais agitada...tudo um processo de construção da minha nova rotina que inclui minha "morada", que é o meu laboratório! Huahuia!
Voltando aos objetivos para os quais o blog foi idealizado, volto com um pouco desse "parquinho" que fica do lado do campus da universidade e é simplesmente GIGANTE! Trata-se do BanpakuKinenKouen, em japonês quer dizer, em tradução livre, Parque Memorial da Exposição Mundial. Isso porque nele foi realizada a Expo´70, a primeira feira mundial realizada na Ásia. Ela durou 183 dias (de 15 de março a 13 de setembro) e foi um marco pra cidade de Osaka e pro Japão. A área é realmente muito grande, como podem ver na foto acima (330 hectares).
A exposição contou com a exibição de 76 países e um público de 64.218.770 de pessoas, um recorde pro evento! O tema da exibição foi "Progress and harmony for mankind", que contou como símbolo o monumento da Torre do Sol (Taiyou-no-tou 太陽の塔), que é uma torre gigantesca e muito bonita! Ela representa o conceito da exposição, que são as dificuldades da raça humana em conciliar progresso e harmonia.
Tirei várias fotos dele em diferentes ângulos...é realmente um monumento imponente e que bota medo pelo seu tamnho e também pelas suas expressões. A torre tem três faces: duas na frente (uma em cima e a outra embaixo) e uma atrás, que, até onde fiquei sabendo, representam o tempo. A face central o presente, a de cima o futuro, e a das costas, o passado.

O parque é realmente muito grande e bonito.
Fui no dia do Koinobori, Dia dos Meninos, então tava cheio. Além disso, eles fazem uma grande feira a céu aberto num estacionamento que tem lá a qual as pessaos trazem coisas que não vão mais usar em casa e vendem a preços bem mais baixos.
Dentro do parque há um museu muito legal: Museu Nacional de Etnologia. É constituído por seções temáticas com cada continente e sua história, voltada pro desenvolvimento humano e a ocupação dos territórios, assim como as características de cada povo. Não deu pra visitar todos os estandes porque entramos perto do horário de encerramento, mas deu ra ver muita coisa legal. Além de uma exposição permanente, tem-se cabines com vídeos temáticos sobre vários assuntos nas quais vocÊ entra, senta e escolhe o que quer ver. Bem high-tech o negócio, mas os vídeos eram todos antiiigos!
Essa foi uma tarde boa!
As outras fotos estão no PICASA...passem lá pra dar uma olhada.
Grande abraço e até o próximo post!

sábado, 12 de junho de 2010

Um pouquinho desse Brasil


Tá certo, mais um post sobre Brasil, coisas brasileiras, comida brasileira...já chega, né?
Mas é que nesses últimos dias (em relação aos posts, que estão atrasados com o que eu já estou passando aqui, na verdade) coisas relacionadas ao Brasil tem permeado meus dias...assim vamos descobrindo que não estamos tão isolados assim do mundo, mesmo nos sentindo ET´s aqui no Japão. Mas isso é especialmente destacável no que diz respeito à relação Brasil-Japão, que é bem estreita (vide os 102 anos da imigração japonesa ao Brasil e a quantidade de brasileiros que vivem aqui no Japão também).
Mas enfim, voltando Às brasilidades, nada melhor pra exemplificar que a boa e velha cachaça! Sim, essa 51 aí tava na prateleira do supermercado que eu sempre faço compras aqui. Essa é a que protagonizou o mico do post passado no qual eu disse ter visto uma "51 mais barata no Jusco", em detrimento à da humilde lojinha da dona Célia...judiação!
Mas é verdade, ela estava "só" 980 ienes, o que equivale a mais ou menos uns 9 dólares.


Mas, pra me redimir com dona Célia, essa nova foto mostra o meu café-da-manhã patrocinado pelo Toddy que comprei em sua lojinha, haha! Ô falta que eu já tava sentindo de um chocolate em pó...axei e não deixei passar barato. O resto da "mesa posta" é toda japa, mas o toddy tá ali marcando presença, hehe!
Mas isso não desmerece o café-da-manhã japonês...tem várias coisinhas gostosas, uns pães, bolos (vendidos em pedaços a parte), biscoitinhos, leite, café...tudo muito bom (e muito caro também, claro, hehe)!
Ah, agora a minha escrivaninha que era uma arena de disputa entre meu PC e as minhas refeições não mais presidirá tais lutas! Hoje mesmo (12/06) eu achei minha mesinha que queria pra comer/estudar/usar PC na cama. E não é por luxo..é questão de necessidade e otimização do (pouco) espaço!
Bom, era isso, pessoas.
Um grande abraço a vocês, queridos!
Até o próximo post!

sábado, 5 de junho de 2010

Mais uma sessão "comida brasileira"


Leia-se: CHURRASCO! Mais uma vez fomos a um restaurante brasileiro comer um belo dum rodízio de carnes!
Dessa vez fomos em uma cidade ao sul de Osaka chamada Sakai. O Marcelão descobriu esse restaurante lá depois de uma pesquisa sobre os brasileiros na província de Osaka. Tendo em vista uma boa matéria com entrevistas com brasileiros residentes nessa região e, pelo fato de Sakai ter mais brasileiros proporcionalmente (porque é menor), fomos a esse restaurante, chamado Celia´s House, no domingo passado após indicação do Marcelo.
O restaurante, como podem ver, é bem simples...parece uma casinha mesmo. É pequeno e aconchegante, com pessoas muito simpáticas atendendo: todas brasileiras! Só um dos graçons era japa mesmo.
NOssa, fomos muito bem servidos e atendidos! Com muita atenção e prestativos sempre, nos serviram coisas que não esperávamos, sempre acompanhados de um "noooossaa!!" Isso porque de vez em quando a garçonete vinha com um pão-de-queijo, uma coxinha, pamonha...! Affe..era judiar demais de brasileiros babões sedentos por comida brasileira e morrendo de saudade de uma pãozinho-de-queijo!
E, claro, mais uma vez, comi até não poder respirar direito! Tá, mas dessa vez eu podia me mecher melhor, hehe! Eu quase não comi a coxinha porque já tava lotado, mas reservei um espacinho pra ela, haha!

O interessante desse restaurante é que ele posui uma lojinha dentro dele com PRODUTOS BRASILEIROS!! Eu fui o que saiu com a sacola mais cheia, claro! Comprei panetone, sardinha, azeite, FEIJÃO, pão-de-queijo, pamonha, bolachas, toddy! Ahh..foi mto bom! Tirando a gafe de dizer na frente da dona do restaurante, na hora de pagar, o seguinte: "a pinga 51 no JUSCO (supermercado que faço a maioria das minhas compras aqui) tá 980 yen...aqui tá 1600!" HUiahuiah! Falei isso alto e a Celia respondeu: "Depende do volume também, né?" ¬¬ Não sabia onde colocar a cara! Mas, realmente, era o mesmo volume e tava muito mais caro, haha!
Enfim, passamos um bom tempo lá no restaurantezinho porque, no fim, após apreensão do Marcelão, ele consegui um monte de entrevistas...os brasileiros foram aparecendo quando estávamos acabando. No fim, pança cheia, matérias garantida e compras feitas!
Volto em breve!
Abraços a todos!

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Questão de estilo



Olá minha gente!
Faz um bom tempo que eu não apareço por aqui, né? Tenho ficado bastante no laboratório e não tenho saído muito. Por isso resolvi incluir alguma coisa do lab num post. E, nada melhor, do que um post retratando uma diferença bem peculiar entre o Ocidente e o Oriente presente ali, no banheiro do andar do meu lab.
Isso mesmo: até na hora de se aliviar com as necessidades fisiológicas, temos uma boa e velha diferença entre o que se faz ae no Brasil e como se fazia/faz aqui no Japão. Creio que muitos ainda o fazem mas o estilo ocidental é predominante. Trata-se da nossa querida privada!
A foto acima é de uma privada normal, estilo ocidental, mas um pouco mais requintada pois há botôes pra ducha higiênica(em diferenets intensidades). Há umas melhorzinhas que tem diferentes tipos de ducha e até musiquinha pra disfarçar "barulhos incovenientes" (olha isso)! Ah, e não vi nenhuma privada aqui sem a tampa com aquecimento (sim...senta no negócio e tá quentinho...pros dias frios é bom, viu?!).
A foto inferior é o estilo de privada chamado oriental. Nada mais é do que uma adaptação ao bom e velho estilo "de cócoras", haha! Tem gente que prefere...eu ainda não encarei! =S
Bom, pessoas, a qualquer momento eu volto com mais um post...não tão estranho assim, haha!

Abraços!

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Banda no Nihon!



Olá pessoas!

Essa foto aí é de quando resolvemos juntar a gringaiada pra fazer um barulho. Foi muito divertido e até que saiu alguma coisa audível dessa brincadeira, hehe! Postarei alguns vídeos no YouTube...mas só os melhores, porque tem alguns duros de assistir, hehe!
Formamosessa banda por acaso: conversando aqui, perguntando ali a gente foi descobrindo quem gostava do quê, o que tocava e por ae vai. Até que surgiu a brilhante idéia de casar os "talentos" de cada um e faze um som. O resultado foi uma baderna organizada.
O legal foi que tivemos certo introsamento pios fizemos umas 4 improvisações...criações nossas mesmo. Ficou bem legal...depois confiram no YouTube uma palhinha dessas "jam sessions"!
A banda é formada por mim ((Brasil - bateria), Nicholas (Colômbia - guitarra/baixo), Hugo (Suécia - guitarra/baixo) e o vocalista que arranjamos um dia antes do ensaio e que, na minha oipinião, canta mal =S, Klas (Finlândia - vocal). Provavelmente teremos a entrada de uma tecladista também pra banda...ainda não a conheço.
Já se tem até uma sugestão de nome pra banda: "Unnatural Selection"! É cada um de um canto do mundo que foi parar num estúdio de Osaka, hehe!
Quando estivermos fazendo sucesso posso bancarf a vinda dos fãs brasileiros pra um show aqui no Japão, haha!

Grande abraço!

PS.: a foto tremida mostra um pouco de cada um da banda e a foto normal é a melhor que tinha pra mostrar o trio original que teve a idéia de formar a banda (Eu, Nicholas e Hugo)

sábado, 15 de maio de 2010

Osaka Castle (大阪城)


Hello people!

Esse é o famoso castelo de Osaka, ou Osaka-jou, um dos mais famosos do Japão. A área cosntruída ao redor dele (com os lagos, jardins, pavilhões secundários e tudo mais). Tem até um antigo museu de história de Osaka, se não me engano, dentro da área. Agora esse museu se mudou prum prédio grande e bonito logo ali do lado, junto do prédio da NHK, famosa emissora japonesa (igual a Globo aí no Brasil).
Eu não consegui entrar no castelo porque fui num horário que já estava fechando. Da próxima vez entro lá pra tirar fotos.
Por falar em fotos, todo o passeio está registrado e devo colocar brevemente no PICASA (pra quem tá lendo atrasado, deve estar lá já, hehe!)
Tenho atualizado pouco ultimamente pq agora comecei a fazer mais coisas no lab...inclusive até bem tarde.
Mas sempre estarei por aqui...portanto, não me abandonem =/, hehe!

Grande abraço a todos!

PS.: na foto, Rodney, Hisashi, Marina, Hugo, Nicholas e eu

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Kinkaku-ji (金閣寺)


Esse é o famoso Templo Dourado, situado em Kyoto.
Ele é realmente folheado a ouro. Essa atual forma foi adiquirida em 1987, mas, antes, sofreu com destruição em guerra e incêndio criminoso (por um monje budista).
Pelo o que entendi parecem haver partes das cinzas de Buda no pavilhão desse templo.
Ele é realmente muito bonito...e essa foto foi eu quem tirou mesmo, acreditem!
Apreciem!

Abraços e até a próxima!

terça-feira, 11 de maio de 2010

Late night...


Hoje eu vou ficar até meia-noite no lab!

Pra quem tava reclamando que não tava fazendo nada, vem uma enxurrada de uma vez! Huiahua!

Tenso...nesse meio-termo ae eu vou ficar esperando de 4 a 5 horas pra etapa final do experimento!

Agroa sim estou entrando no clima japonês: TRABALHO! Vida social? Cadê? Huiahuia!

Brincadeira!
Até mais!

PS: ah, devo voltar debaixo de chuva e frio ainda, pra fechar com chave de ouro, haha! (o bom é q eu eu to dando risada disso!)

domingo, 9 de maio de 2010

Viagem a Kobe



Bom, as fotos das viagens que fiz estão todas reunidas no PICASA, mas coloquei essa de Kobe porque representa a beelza do lugar que a getne visitou e o dia maravilhoso que tivemos. Foi muito divertido, andamos muito, tiramos muitas fotos e, no final fomos a um restaurante brasileiro!
Acho que nunca me emcionei tanto com uma comida! Mas como estou desacostumado a comer muito (acreditem!), edu passei mal de tanto comer! Sentia a comida na garganta e doía pra respirar, haha! Mas compensou muito...só de comer um feijãozinho, aquela farofa, couve, e um baita dum rodízio de carnes (australianas), eu fiquei muito feliz! Ah, no final, tinha que ter o guaraná, né?
Foi um passeio inesquecível, além de ter sido o primeiro desde que eu tinha chegado aqui.
Bom, dêem uma olhada no PICASA porque tem fotos bem legais!
Volto em breve!

Grande abraço!

sábado, 8 de maio de 2010

Dia das Mães (母の日)


Olá a todos!
Hoje é Dia das Mães também aqui no Japão (Hahanohi) e aproveito pra deixar um Feliz Dia das Mães pra minha mãe! Apesar da distância, saiba que eu te amo muito e sinta-se abraçada com muito carinho, mãe!
Obrigado por tudo e pelo apoio!
Assim como a todos ae que sempre me deram força. Ainda mais agora que estou um pouco mais desanimado com a minha estadia aqui. Sinto um pouco de frustração e revolta com alguns aspectos culturais. Além disso, as coisas no lab estão muito incertas ainda.
Mas, isso vai passar e não vem ao caso.
Agora posso aproveitar que o clima está esquentando aqui (tá fazendo 25ºC agora enquanto estou escrevendo) e está tudo muito bonito, florido.
Ainda tenho muitas fotos e vídeos pra colocar no PICASA e no Youtube, então esperem que vem muita coisa legal.
Mais uma vez, parabéns pra minha mãe e pra todas as mães do mundo! Elas merecem por colocar toda essa galera no mundo! Hehe!
Grande abraço e até mais!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Koinobori (鯉のぼり)



Olá!
Bom, esse post é relacionado ao dia que fecha a Golden Week, famosa semana de feriadão japonês. Chama-se "Koinobori", literalmente, subida da carpa. É comemorado todo dia 5 de maio. Representa o Dia dos Meninos (ou Dia das Crianças, já que tem o Dia das Meninas também) com a carpa, peixe adorado pelos japoneses que representa a esperança, assim como força, resistência e bravura, já que a carpa sobe o rio contra a correnteza para se reproduzir. Tem até uma fábula chinesa que diz que a carpa se transforma num dragão no final da escalada.
As carpas coloridas são hasteadas como birutas e tem um significado peculiar: a primeira é preta, representando o pai, a segunda é vermelha, representando o primogênito, a terceira azul, pro filho seguinte, e assim por diante (verde e violeta depois - na foto tem uma laranja). Ah, a anterior à preta é uma colorida representando o samurai.
A foto que eu tirei não mostra muito bem, mas as hastes são colocadas do lado de fora da casa. A outra foto mostra melhor a disposição das carpas.
Esse foi mais um post relacionado à cultura japonesa...à medida que for vivenciando elementos como esses, vou relatando aqui.
Ah, e agora tá começando a esquentar o tempo...tôa té começando a usar bermuda e chinelo..tá fazendo por volta de 25ºC já. Quero só ver quando chegar o verão..dizem que chega fácil aos 35ºC..mas a sensação deve ser de mais.
Abraços a todos!

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Mais uma noite!


Essa noite foi memorável!
Saí na quarta-feira passada com a galera do dormitório porque era véspera de feriado aqui, então caímos na naoite mais uma vez!
Voltei pro mesmo bairro que tinha ido da vez anterior (ali realmente é o lugar da noite de Osaka)! Fomos prum bar primeiramente. Nesse bar conhecemos uns japas muito legais e muito doidos! Tudo começou com uma conversa aqui, outra ali, um brinde e talz...quando percebmos estávamos todos tirando fotos, fazendo "kampai" (é o "saúde" brasileiro que se diz antes de beber algo, de prefrência, alcóolico)! O bom é que, vou ao banheiro e, quando volto, tem uma bandeja cheia de tequila paga pelo casal que estava do lado =O! Me certifiquei da fama dos japoneses pagarem bebidas quando eles gostam de você!
Depois do bar, conseguimos convencê-los (ah, era o casal da mesa do lado e mais uns 5que estavam do outro lado) a ir pruma casa noturna ali mesmo! Haha...entrou todo mundo na balada! Dessa vez era uma balada japa mesmo...muito cheia!
Curiosidade: todos a pessoas numa balada no Japão (ou melhor, os japoneses) dançam voltados pro DJ...é muito engraçado! Tinham me falado isso e eu não tinha acreditado...mas eu confirmei, hehe!
A balada teve hora pra acabar: às 4h da manhã. De lá a gente foi pro Mc Donald´s e comeu nosso café da manhã, hehe! E, com certeza, como teve hora praquela acabar, tinha alguma que tava começando aquela hora!
Bom, pra ver a sequência de fotos, dêem uma olhada no PICASA...todas estão lá (http://picasaweb.google.com/cvaassis)!
É isso ae pessoal!
Aquele abraço!

Kimono




Olá a todos!

*Estive um pouco ausente esses dias porque estive fazendo umas viagens e passeios por Osaka! Foi realmente memorável...esperem por postagens e fotos no PICASA e poderão apreciar um pouco do que presenciei*

Bom, essa foto aí eu tirei num evento daqui do dormitório. Foi a Tea Party, ou Festa do Chá!
Primeiramente fui ser vestido por umas tiazinhas (do grupo de voluntários daqui do dormitório). É todo um processo complexo, demorado e com as etapas certas a serem seguidas, caso contrário não fica certo. Até o nós a serem dados devem ser dados do jeito certo.
Era um pouco embaraçoso tirar a sua roupa na frente delas...mas era depois de ter colocado a primeira parte, que vai por baixo da peça principal! Depois de várias votlas em panos e apertos que tiravam o fôlego, fiquei pronto e fui pra cerimônia do chá.
Foi servido um doce de feijão (manju) e um chá verde...gostei muito. Tem gostos bem peculiares. Mas o principal disso tudo´é que eu achei que ia ser uma FESTA, com comida e talz...porque eu acordei e fui direto pro negócio 9que era na hora do almoço! Só sei que saíd e lá azul de fome! Claro, isso depois de ter tirado várias fotos com todo mundo (os outros samurais e as gueixas, hehe)!
Mas foi divertido!
Abraços!

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Festenha


Olá meu povo!
Pois bem, como esse ser que vos fala não é de ferro, ele também precisa de uma diversão apesar de trabalhar aos sábados, hehe!
Essa aí é uma galerinha que tava na festinha de sexta passada. A festa foi promovida pela japa da direita (acreditem, ela é sim). Ela se chama Tomoko e é uma das secretárias/manager/dona, sei lá dos dormitórios. ela fica encarregada do dormitório/Hall 1 (eu sou do 2). Ela fala muito bem inglês e é bem enturmada com todos...é muito animada também.
A festa foi bem legal (era tema brega, eu sabia, mas não tinha roupa extravagante/brega, então fui com a camiseta do Brasil mesmo, hehe)...começou por volta das 20h e foi até umas 23h, até os vizinhos reclamarem e chamarem a polícia. É o problema de estarmos numa área puramente residencial e de pessoas ricas também, hehe! O bom foi que depois desse cancelamento fizemos um "after-party" no Hall 2. Foi bem legal....tomamos até pinga (que um dos brazucas trouxe),teve truco, poker, conversa fiada!

Bom, vou tentar falar o nome e a nacionalidade de cada nessa foto (tem uma aí que eu não sei o nome): em pé --> Leonard - Brasil, Cristina - Hungria, Emily - Hungria, Gustavo - México, eu; sentados --> Marina - Brasil, Não tenho idéia, Miura - Japão, Marcelo - Brasil, Tomoko - Japão.

Essa foto ficou legal..tem várias outras mas colocarei no PICASA, assim como as novas que vêm sendo tiradas.
Fico por aqui...até mais, pessoas!

Grande abraço!

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Sexta-feira nublada


Apesar de ser primavera e as flores estarem abrindo e colorindo a paisagem, como nessa foto (que é na entrada do prédio onde trabalho), tá bem frio aqui e chuvoso.
Esse tem sido o panorama típico dos dias de primavera aqui.
Mas tem dia que fica com tempo bom e faz até um solzinho...porém é difícil.
Abraços!

PS.: agora estou mais aliviado porque finalmente chegou a internet pra mim no dormitório! Só falta arranjar um celular...ae sim me torno um quase-japonês, hehe! Não..falta muita coisa ainda pra conseguir isso, tipo: pintar o cabelo, andar meio esquisito, usar umas roupas mais descoladas, dormir pouco, comer pouco e fazer mais barulhos quando comer algum tipo de lamen (o barulho de quando se suga o macarrão, sabe?). Isso é como se fosse uma obrigação aqui, senão é falta de educação ou acham que não tá gostoso.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Stretching



Tá ae uma coisa curiosa que eu vejo os japas fazendo. Esses alongamentos (taiso) que eles fazem quando estão se exercitando ou mesmo antes do trabalho.
É muito engraçado!
Os esrtangeiros aqui ficam se divertindo com isso e temuns bobos (tipo eu, assim), que ficam zoando com o negócio, hehe!
Essa foto foi tirada ontem (21/04) a noite depois de um jantarzinho com os brazucas e outros dois latinos. Esse ae da foto é o colombiano Nicholas...tivemos a idéia "errada' de fazer ujm stretching depois...afinal, tava frio mesmo, haha!
Abraços!

Video: avenida

Esse vídeo eu fiz ontem (21/04). Eu passo por esse lugar no caminho da universidade...é muito bonito. Sempre que passo lá eu fico olhando um tempinho...mas só durante a passagem mesmo, poruqe é estreito o lugar onde passam pessoas e pedestres, então não dá pra ficar enrolando. Mas, pra filmar, eu fiquei ali atrapalhando um pouco, hehe! Apreciem. Abraços!
video

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Karee (カレー)



Olá!
Esse ae foi meu primeiro "karee", ou "curry", em inglês.
Esse prato é bem típico aqui do Japão e simples de fazer. Era o que sempre comia na casa da Emiko-sensei nos finais de semestre quando reuníamos os alunos de japonês.
É um prato muito gostoso porém ardido (se bem que dá pra controlar o grau de "ardidura"...têm diferentes intensidades).
Esse eu fiz no jantar ontem. Coloquei cenoura, cebola, batata e uma ervinha verde que parecia salsinha (ou algo parecido) e frango (pode ser de carne também). Cozinhei um tempo e coloquei o molho específico. Só que eu exagerei um pouco nos tabletes do molho e ficou bem ardido..devia ter colocado menos...mas ficou gostoso.
O arroz é aquele típico japonês: empapado, grudado e sem tempero. Mas é muito bom quando se mistura.
Ah, e esse é um dos poucos pratos que se come de colher!
Acho que nada se come de garfo aqui. Tirando o karee e outros pratos, o resto é com o hashi (aqueles pauzinhos japoneses).
Aí vai a foto de uma máquina de cozinhar arroz (suihanki). Foi com uma parecida com essa que eu fiz meu arroz. Ah, e foi presente de uns veteranos brasileiros que estão aqui no Japão..legal, né?
Quem um dia quiser, pode experimentar karee que é gostoso.
Um forte abraço a todos!

PS.: por falar nisso, eu e os outros brasileiros recebemos várias coisas dos veteranos que estão aqui ou que até já foram embora. Tem=se o costume de doar as coisas aqui porque paga-se para descartar vários objetos, então os japoneses acabam doando muitas coisas. Recebemos panelas, pratos, copos, toalhas, potes, etc...

Vizinhança



Essas são vistas das redondezas do alojamento e algumas montanhas ao fundo.
Apreciem!
Abraços!

terça-feira, 20 de abril de 2010

Hostess


Fala ae moçada!
saí pela primeira vez na noite japonesa nesse sábado agora e fui num bairro boêmio aqui de Osaka chamado Shinsaibashi. O lugar é uma loucura: ruas apertadas, letreiros luminosos, muita gente na rua...enfim, uma vida noturna cheia de energia!
Primeiro eu fui numa casa noturna de mambo colombiano. Sim, tem até uma boate latina aqui em Osaka...depois fiquei sabendo (e também passei pela experiência de ir em uma) das boates brasileiras. Eu fui com uns amigos estrangeiros daqui dos alojamentos.
estava ansioso pra conhecer uma balada japonesa, mesmo tocando mambo e tudo mais...mas, quando entrei no lugar já veio a frustração: era quase do tamanho de um banheiro, haha! era muito pequeno o lugar...e o lugar foi enchendo (sem muito esforço) depois que chegamos. Mas foi até intressante: conheci algumas brasileiras que moram no Japão há muitos anos. Percebiam-se, também, uns grupos separados lá dentro (deopis fiquei sabendo que eram mais brasileiros), além de vários latinos e um ou outro japa perdido ali no meio. Até conheci um japa que sabia um pouco de português porque já tinha morado dois anos em SP.
Enfim, decidi variar um pouco porque o lugar tava me sufocando e ficando chato já. Saí com mais dois malucos pra procurar outro lugar (o que não era difícil, pois era um bar ou boate vizinhos uns dos outros). Acabamos entrando num outro que começava a funcionar mesmo, às 5h da manhã..chegamos um pouco antes disso. Mas, dessa vez o lugar era um pouco maior e aconchegante...tinha até uma mesa de pebolim dentro do lugar. Dessa vez eu encontrei uma enxurrada de brazucas lá dentro..deopis eu reparei, no teto tinha até uma bandeira do Brasil e, aos domungos, tinha festa brasileira (vi num cartazinho no banheiro). Mas, apesar de estar entre brasileiros, eu não me senti em casa..era tudo muito estranho. As meninas que eu conheci disseram que era dançarinas de um hotel ali perto...deopis, aos poucos fui percebendo o teor da noite: as "dançarinas" não necessariamente eram dançarinas, ao que parece. E, mais uma vez, nessa boate os clãs eram evidentes.
Um detalhe importante deve ser ressaltado: nessas andanças nas ruas apertadas de Shinsaibashi um detalhe saltava aos olhos: a quantidade de meninas e alguns meninos também bem-vestidos e maquiados parados nas esquinas! Depois veio a meu conhecimento de que eles eram "hosters" Eu tinha até conversado com um brasileiro na saída da primeira boate e ele tinha dito que era hoster também mas não tinha me ligado o que que era.
Aos poucos fui entendendo o que era uma "hostess": são tipo umas geishas modernas. Pesquisei algumas coisas na internet e, resumindo a estória, hostess são garotas as quais você contrata pra fazer companhia, beber, conversar, fazer compras juntos ou simplesmente passear junto pra mostrar que você está bem acompanhado. Um monde de velho rico aqui no Japão faz isso. Então tem sido uma fonte de renda fácil pras meninas e alguns rapazes também pois eu acho que eles recebem por hora aqui. Mas não se tem relação sexual, pois a prática da prostituição é ilegal no país...e eles levam bem a sério. Tanto é que vem sendo uma profissão mais respeitada e difundida também (=O).
E, junto disso aí, notam-se garotas de programa latinas (brasileiras de monte) e filipinas.
Bom, isso foi um pouco do que adquiri na noite japonesa: cultura, galera! Huiahuia!
Além de um mal-cheiro de cigarro (estava desacostumado pois tem a lei anti-fumo no Brasil)!
Aí vai uma foto de umas típicas hostess (só que bem caprichadas) e um vídeo falando um pouco da situação aqui no japão!
Espero que tenham gostado!
Abraços!

http://www.youtube.com/watch?v=uUUsQ6IWu_4&feature=fvsr

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Festinha

Nessa sexta passada teve uma festinha de confraternização com o pessoal estranegiros dos dois alojamentos. Terei que me acostumar com festa japonesa: no começo fala-se muito, depois libera pra comer, fica-se uma hora ali enrolando, depois (todo mundo ajuda a limpar e tirar as coisas). Pronto! Huiahuia! Os latinos aqui (insso me inclui, claro) estão querendo esquentar essa coisa e fazer uma festa estilo latino..vamo ver se sai só das idéias isso e vai pra frente. Bom, aqui está um vídeo de uma senhorinha q foi se apresentar na festinha..ela fez uma dança típica (que não descobri o nome), mas foi interessante. No final ela nos ensinou uns passinhos também! Ah, e depois de tudo, fizemos uma dança coletiva com uns passinhos engraçados (são mais pulinhos que passinhos, na verdade)! Foi divertido. Os dois estão em vídeos aí. Abraços!
video
video

Frio da primavera




É assim que eu tive que ir alguns dias pro lab! Muito frio...ainda levando um vento na cara....chegava sem sentir os dedos!
O duro é na hora de acordar!
Mas agora tem esquentado essa semana...talvez chova, mas tem esquentado, apesar de estar nevando em Tokyo (??). Desde 1969 que não nevava na primavera em Tokyo! Provavelmente, na região norte (Hokkaido) seja normal nessa época.
Bom, e essa é minha bicicleta que eu comprei na primeira semana e agora tem sido uma mão na roda (principalmente pq posso dormir um pouquinho mais)!
Abraços!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

As duas primeiras semanas

Olá!
Bom, tentarei expor o que achei dessas duas primeiras semanas de Japão.

A primeira foi bem tranquila..foi aquela sensação boa de ansiedade, com novidades..tudo muito novo acontecendo! Além das novidades, algumas pequenas precoupações do tipo: como será q faço pra lavar minha roupa aqui nesse dormitório? Na verdade, a primeira preocupação real foi ter que fazer uma apresentação do que fiz no mestrado numa reunião do lab.
Fiz minhas visitas ao laboratório, fiz a compra do meu PC (foi a vez que saí sozinho a primeira vez pra pegar o trem e me virei pra chegar lá, hehe!), teve festinha de recepção do lab (que foi no dia daquela reunião que falei)..foi tranquilo! Até que, na própria festinha mesmo, um dos meninos do lab (um dos que trabalham bastante aqui...aliás, todos trabalham demais!) me disse: "você tem que vir amanhã também"; e eu: "sério?"; ele: "sim...das 9h até as 17h".
A partir dali começou o choque..caí na real que eu estava no Japão..a galera aqui TRABALHA!
Então, fui ao lab no sábado...sem nada pra fazer, como ainda estou, mas fui!
É praticamente um sistema de bater ponto!
Na segunda semana, então, começou a cair a ficha que eu estava no Japão, que vim pra trabalhar e estudar muito e que não vim pra me divertir, como estavam os outros brasileiros e estudantes estrangeiros que estão aqui pra fazer o curso intensivo de japonês, no começo. Isso me fez ficar um pouco baqueado. Adicionado a isso veio a saudade que eu sinto de cada familiar e amigo. Ainda mais, tinha a incerteza do que eu realmente vou fazer no lab, porque até então ninguém havia falado comigo...só ficava largado.
Então, nessa semana eu fiquei mais calado, no meu canto no laboratório, já que não consigo me comunicar com as pessoas em japonês ainda, só falava inglês com o chinês que tá aqui também e o profssor. Os outros professores também falam, mas menos. Um deles é o que vai me acompanhar e me ensinar as coisas...está sendo tudo bem devagar, com paciência...ainda mais porque ele fala pouco inglês. Difícil!
E como eu chegava tarde em casa, eu chegava, tomava banho, comia alguma coisa e ia dormir.
Bom, tem sido assim ainda...mas espero que isso melhore. Aos poucos as coisas vão se ajeitando..mas a saudade ainda é gigante! Fico falando com os amigos pela internet e fico lembrando das coisas...sinto aquela nostalgia...ae me sentia sozinho aqui.
Ainda estou um pouco assim...
Mas só o tempo pra acertar as coisas, né?

Bom, é isso aí. Contei um pouquinho do que passei por esses dias.
Sempre virei com novidades, fotos e td mais!

Grande abraço a todos! Até mais!

CORVO!

Olha só!
video


Coloquei essas fotos também pra mostrar que aqui no Japão o que mais se vê é CORVO! HUIahiua!
Eles são sinistros...ainda me dão medo pois são grandes e...sinistros! Quase não vi pombos...vi um dia no parque da foto anterior (chama-se Minami-Senri Koen, by the way) e hoje (16/04) no campus. e foram em pequena quantidade.
A outra foto é um close na flor de cerejeira (sakura). Ela é bem bonita. as árvores de sakura florescem uma vez no ano (no caso, na semana que chegamos)...depois começa a cair. As ruas ficam revestidas de branco pelas pétalas das sakuras...é muito bonito. Ainda restam algumas, mas muito pouco...já começou a crescer folhas e a maioria das flores caiu.
Esses foram alguns detalhes do Japão pra vocês!
Abraços!

Enfim...Japão!


Bem-vindos (Irashaimase)!
Bom, creio que essa foto diz um pouco do começo de tudo aqui.
Ela retrata as primeiras impressões sobre essa terra distante. Mostra um pouco de tudo: a beleza do lugar (sorte de ter chegado numa época em que as sakuras estavam florindo), a boa vizinhança que eu tenho, a ansiedade transformada em empolgação de estar no Japão e...representa literalmente a minha chegada (a foto foi tirada no dia que eu cheguei, o que ajuda).
Essa foto também representa o que eu passei de bom na primeira semana e toda a experiência adquirida e vivenciada...todas as curiosidades que eu listei no e-mail que mandei para algumas pessoas.
Essa foto também ajuda a deixar mais bonita a abertura e inauguração do meu blog não por minha beleza, que já é sabidamente estonteante, mas pela beleza da paisagem bastante representativa.
Muita coisa ainda virá por aqui...muitas fotos, vídeos, curiosidades, experiências, dicas, enfim...
Espero manter esse blog bem vivo com a minha participação aqui no Japão e a de vocês aí no Brasil. Mesmo tendo a certeza que terei muito trabalho pela frente, espero rechear esse blog com muitas coisas boas!
Grande abraço a todos!
Nos vemos por aqui!
Até mais (Jya mata ne)!